September 9, 2021

Nobel Algarve avança com a energia verde

No final do ano letivo 2020/2021 demos o que é provavelmente o maior passo no nosso percurso à sustentabilidade ao instalar painéis solares, numa área total de quase 400 metros quadrados. Os 232 painéis têm a capacidade de produzir energia suficiente para abastecer a escola durante o dia e, caso a produção chegue a ultrapassar o consumo, o excedente será devolvido à rede elétrica nacional.
Estes painéis irão começar a ser utilizados no início do novo ano letivo este mês, e espera-se que o campus emblemático do grupo de Lagoa, uma Eco-Escola certificada desde 2016, possa eventualmente se tornar autossuficiente.
O momento não poderia ser mais oportuno, após as notícias recentes de que Portugal produz menos energia de fontes solares do que a Inglaterra. Relato esse que levou o Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes a apelar ao empenho em maiores esforços a nível da produção de energia solar em Portugal. Reafirmando o compromisso do governo de atingir nove gigawatts até 2030, o Ministro disse que além dos investimentos em parques solares, as comunidades e famílias também devem investir no aumento da produção de energia solar para ajudar a atingir a meta.
Desde que integrou no grupo Globeducate em 2018, um dos principais grupos de escolas bilingues e internacionais premium do mundo, a Nobel Algarve consolidou o seu estatuto de Eco-Escola e juntou-se a mais de 50 outras escolas Globeducate em todo o mundo na implementação de uma série de medidas para torná-las mais ‘verdes’, mais ecológicas, e com a educação para a sustentabilidade no seu coração. Todas as escolas Globeducate estão a trabalhar na agenda do grupo para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030 e, através de parcerias como a WWF e a Eco-Escolas, os alunos e professores de Lagoa têm a oportunidade de trabalhar com outros alunos e colegas de todo o mundo, ao participar em em debates e eventos de sensibilização que ajudarão esses jovens a ter um impacto no futuro e moldar o mundo.
Abi Lewis, a Diretora da Nobel Algarve British International School, disse: “Tomar medidas a favor do clima e reduzir as emissões de carbono da nossa escola é algo por qual nós esforçamo-nos aqui na Nobel Algarve. Não apenas podemos reduzir a nossa própria pegada de carbono, mas abraçamos a promoção de um futuro sustentável para as crianças e jovens sob os nossos cuidados.
“Usamos os Objetivos de Sustentabilidade da ONU como um plano de ação e estamos todos alinhados pela missão de trazer paz e prosperidade para as pessoas e o planeta, equipando os nossos alunos para agir agora e no futuro”.